Proposta Pedagógica

Ao longo do Ensino Fundamental II, os alunos intensificam e aprofundam a sistematização dos conhecimentos cujas bases foram lançadas nos segmentos anteriores.

Em outros tempos, a função principal da escola era informar; hoje, com o excesso de informação disponível e de fácil acesso, necessitamos de pessoas que possam utilizar e aplicar bem o conhecimento que tem ao seu alcance. Para isso, uma das tarefas fundamentais da escola e ajudar o aluno a dar sentido aquilo que aprende. Os conteúdos passam a ter significado na medida em que o aluno descobre o uso que pode fazer deles, bem como as relações que os estruturam.

Para a formação de um aluno critico, autônomo e criativo, não basta apenas um trabalho com conteúdos conceituais. Assim, a escola assume também como função o desenvolvimento de outras competências traduzidas nos conteúdos de natureza procedimental e atitudinal. Os conteúdos procedimentais são aqueles que vão promover o SABER FAZER. Os atitudinais dizem respeito a formação de valores e hábitos que ajudam a construir as bases para uma postura aprimorada de estudante e cidadão.

Acreditamos que a aprendizagem se dá através da interação e da troca. Interagir com o conhecimento e com os colegas, promovendo a construção de um saber coletivo, propiciara a formação de um ser humano mais ético e vinculado ao grupo social do qual faz parte.

O currículo do Ensino Fundamental II é composto de: Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Ciências, Educação Física, Inglês, Artes, Música e Mídia no 6° e 7° anos, acrescidos de Teatro e Filosofia a partir do 8° ano e de Física no 9° ano.
Estes componentes curriculares são distribuídos em 4 tempos diários de 75 minutos cada.